Radiographic Evaluation of the Periapical Status and Technical Quality of Root Canal Fillings Performed by Endodontic Resident of UEM

Autores

  • Isabela Inoue Kussaba Universidade Estadual de MaringáUniversidade Estadual de Maringá, Post-Graduate Studies Program in Integrated Dentistry. PR, Brazil.
  • Marcelo Capitanio Universidade Estadual de Maringá, Post-Graduate Studies Program in Integrated Dentistry. PR, Brazil.
  • Esthela Maria Pereira Castanheiro Universidade Estadual de Maringá. PR, Brazil.
  • Nair Narumi Orita Pavan Universidade Estadual de Maringá, Post-Graduate Studies Program in Integrated Dentistry. PR, Brazil.
  • Marcos Sergio Endo Universidade Estadual de Maringá, Post-Graduate Studies Program in Integrated Dentistry. PR, Brazil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8938.2021v23n2p126-130

Resumo

Abstract
Technical quality of endodontic treatment can influence dental prognosis. The aim of the present study was to evaluate radiographically the initial periapical condition and the technical quality of root canal fillings performed by endodontic residents at UEM in 2015 and 2016. After data collection and descriptive statistics, performed by two independent examiners, the Kappa coefficient was used to assess the agreement between them. The chi-square test was used to verify a possible association of sex, tooth and quality of the restoration, with the presence of a periapical lesion. Most referrals for endodontic treatment were molars (50.5%) and female patients (63.2%), with a mean age of 39.3 (± 13.3) years. Most teeth were diagnosed with pulp necrosis (44.1%), and this condition held 74% of the teeth with chronic periapical lesions. Bone rarefaction was seen mainly in molars (20%) and teeth without restorative treatments (43.5%). Chi-square test evidenced that sex (p=0.303), tooth (p=0.349) and quality of restoration (p=0.070) were not associated with the presence of periapical bone rarefaction. After finishing the 233 root canal fillings, the apical limit and condensation were satisfactory in 91% and 100% of cases, respectively. In conclusion, the presence of chronic periapical lesion was not associated with sex, tooth or quality of the restoration. The root canal fillings performed by endodontic residents was satisfactory.

Keywords: Endodontics. Root Canal Therapy. Periapical Periodontitis.

Resumo
A qualidade técnica do tratamento endodôntico pode influenciar no prognóstico dentário. Este estudo teve como objetivo avaliar radiograficamente a condição periapical inicial e a qualidade técnica das obturações dos canais radiculares realizadas pelos residentes em Endodontia da UEM nos anos de 2015 e 2016. Após a coleta de dados e estatística descritiva, realizada por duas examinadoras independentes, empregou-se o coeficiente Kappa para avaliar a concordância entre as mesmas. O teste de qui-quadrado foi utilizado para verificar uma possível associação entre as variáveis sexo, tipo dentário e qualidade da restauração, com a presença de lesão. A maioria dos encaminhamentos para atendimento foram molares (50,5%) e pacientes do sexo feminino (63,2%), com idade média de 39,3 (± 13,3) anos. Uma grande parcela dos dentes foi diagnosticada com necrose pulpar (44,1%), sendo que esta condição abrangeu 74% dos dentes com lesão periapical crônica. A rarefação óssea foi visualizada sobretudo em molares (20%) e dentes sem tratamentos restauradores (43,5%). Por meio do teste de qui-quadrado, houve evidências amostrais de que o sexo (p=0,303), o tipo dentário (p=0,349) e a qualidade da restauração (p=0,070) não estiveram associados à presença da rarefação óssea periapical. Após a finalização dos tratamentos e um total de 233 canais obturados, o limite apical e a condensação da obturação se mostraram satisfatórios em 91% e 100% dos casos, respectivamente. Conclui-se que a presença da lesão periapical crônica não esteve associada ao sexo, tipo dentário ou qualidade da restauração. A obturação dos canais radiculares realizada pelos residentes em Endodontia se mostrou satisfatória.

Palavras-chave: Endodontia. Tratamento do Canal Radicular. Periodontite Periapical.

Biografia do Autor

Isabela Inoue Kussaba, Universidade Estadual de MaringáUniversidade Estadual de Maringá, Post-Graduate Studies Program in Integrated Dentistry. PR, Brazil.

Cirurgiã-dentista, Residente em Endodontia, Programa de Pós-Graduação em Odontologia Integrada (PGO), Universidade Estadual de Maringá – UEM

Marcelo Capitanio, Universidade Estadual de Maringá, Post-Graduate Studies Program in Integrated Dentistry. PR, Brazil.

Cirurgião-Dentista, Especialista em Endodontia, Mestre em Odontologia Integrada, Doutorando em Odontologia Integrada, Programa de Pós-Graduação em Odontologia Integrada (PGO), Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Esthela Maria Pereira Castanheiro, Universidade Estadual de Maringá. PR, Brazil.

Cirurgiã-Dentista, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Nair Narumi Orita Pavan , Universidade Estadual de Maringá, Post-Graduate Studies Program in Integrated Dentistry. PR, Brazil.

Cirurgiã-Dentista, Especialista em Endodontia, Mestre em Endodontia, Doutora em Ciências Farmacêuticas, Professora adjunta em Endodontia da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e professora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Odontologia Integrada (PGO)

Marcos Sergio Endo, Universidade Estadual de Maringá, Post-Graduate Studies Program in Integrated Dentistry. PR, Brazil.

Cirurgião-Dentista, Especialista em Endodontia, Mestre em Clínica Odontológica, Doutor em Clínica Odontológica, Professor adjunto em Endodontia da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Odontologia Integrada (PGO)

Downloads

Publicado

2021-06-21

Edição

Seção

Artigos