Association between the Technique Used and the Technical-Tactical Performance in Female School Volleyball

Autores

  • Yago Pessoa Costa Universidade Federal da Paraíba, Programa de Pós-Gradução em Educação Física. PB, Brasil
  • Jarbas Rállison Domingos-Gomes Universidade Federal da Paraíba, Programa de Pós-Gradução em Educação Física. PB, Brasil.
  • Pedro Pinheiro Paes Universidade Federal da Paraíba, Programa de Pós-Gradução em Educação Física. PB, Brasil.
  • Gilmário Ricarte Batista Universidade Federal da Paraíba, Programa de Pós-Gradução em Educação Física. PB, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8938.2018v20n4p264-270

Resumo

O voleibol é praticado por meio dos fundamentos de saque, recepção de saque, levantamento, ataque, bloqueio e defesa, empregando-se um conjunto de técnicas que podem interferir na qualidade das ações. Deste modo, o objetivo desta pesquisa foi analisar a associação da técnica utilizada nas ações do saque, de recepção de saque, do levantamento e do ataque com a qualidade das ações. Participaram do estudo 11 escolas/equipes, que competiram durante os “Jogos Escolares da Paraíba”, com idades entre 12 a 14 anos, sendo todos do sexo feminino. Os jogos foram filmados usando uma câmera para análise posterior. Ao total foram analisados 27 jogos, resultando em 47 sets, nas ações de saque (2.380), recepção de saque (2.157), levantamento (1.358) e ataque (1.299). Para classificar a qualidade das ações foram utilizadas duas escalas, de acordo com a finalidade da ação. O teste do Qui-quadrado foi usado para verificar a associação das técnicas aplicadas em cada fundamento com a qualidade das ações. O saque tipo tênis foi o predominante utilizado no saque (81,2%), a manchete para recepção de saque e levantamento (85% e 65,8%, respectivamente) e corte com e sem salto para ataque (∑= 53,6%). Houve associação entre as técnicas e a qualidade da ação de saque (ꭕ2= 114,612; p< 0,001), recepção de saque (ꭕ2= 70,693; p< 0,001), levantamento (ꭕ2= 205,864; p< 0,001) e ataque (ꭕ2= 241,678; p<0,001). Os resultados deste estudo demostram que a técnica interfere na qualidade das ações. Assim, as principais técnicas foram saque tipo tênis (saque), toque (recepção de saque e levantamento) e corte com salto (ataque). 

Palavras-chave: Eficácia. Desempenho Atlético. Educação Física e Treinamento.


Abstract

Volleyball is played by means of fundamentals serve, serve reception, set, attack, block and defense using a set of techniques that can interfere in the quality of actions. The aim of this research was to analyze the association of the technique used in the actions of the serve, serve reception, set and attack with the quality of actions. Eleven schools / teams competed during the "Paraíba School Games”, 12 to 14 years old, female. The games were filmed using a camera for further analysis. In the total  27 games were analyzed, resulting in 47 sets, in the actions of serve (2.380), serve reception (2,157), set (1,358) and attack (1,299). To classify the quality of actions, two scales were used according to the purpose of the action. The Chi-square test was used to verify the association of applied techniques in each foundation with the quality of actions. The standing type was the predominant used in the serve (81.2%), forearm pass for serve reception and set (85% and 65,8%, respectively) and spike with and without jump for attack (Σ = 53.6 %). There was association between the techniques and the quality of the serve action (ꭕ2= 114,612; p< 0,001), serve reception (ꭕ2= 70,693; p< 0,001), set (ꭕ2= 205,864; p< 0,001) and attack (ꭕ2= 241,678; p<0,001). The results of this study demonstrate that the technique interferes in the quality of actions. Thus, the main techniques were standing type (serve), overhand (serve reception and set) and spike with jump (attack).    

Keywords: Efficacy. Athletic Performance. Physical Education and Training.

 

Downloads

Publicado

2018-12-30

Edição

Seção

Artigos