Correlation among the Tests of Functional Capacity Evaluation of Elderly Participants of a Social Inclusion Project in the City of Teresina – Piauí

Autores

  • Antônio Carlos Leal Cortez Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Enfermagem e Biociências. RJ, Brasil
  • Janaína Maria Medeiros Macedo Menezes Faculdade Santo Agostinho de Teresina, Pós-Graduação Lato Sensu em Fisiologia do Exercício e Treinamento Personalizado. PI, Brasil.
  • Paula Paraguassú Brandão Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Enfermagem e Biociências. RJ, Brasil.
  • Glauber Castelo Branco Silva Universidade Estadual do Piauí, PI, Brasil.
  • Estélio Henrique Martin Dantas Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Enfermagem e Biociências. RJ, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8938.2018v20n4p277-282

Resumo

envelhecimento é um processo progressivo, no qual ocorrem alterações biológicas, psicológicas e funcionais, voltadas a sua autonomia nas atividades da vida diária. Entretanto, não existe um consenso mundial sobre qual o melhor instrumento para realizar esta avaliação e nem se existe uma correlação significativa entre os métodos. O objetivo é correlacionar os resultados de testes de avaliação da capacidade funcional de idosos participantes de um projeto de inclusão social em Teresina, Piauí. A pesquisa foi realizada com 36 idosos, pertencentes a um projeto de Inclusão Social da Pessoa Idosa. Como instrumento foi aplicado um questionário para caracterização dos idosos e para avaliação da capacidade funcional dos idosos se utilizaram os seguintes índices: o Índice de Katz, o Índice de Lawton-Brody, o Índice de Barthel e o Índice de Pfeffer. De acordo com a caracterização dos idosos no estudo, apresenta-se que 94,4% eram do sexo feminino, idade predominante na faixa etária de 71 a 80 anos (55,6%), com 38,9% possuindo Ensino Médio e 33,4% classificados como casados e viúvos respectivamente. De acordo com os testes de avaliação da capacidade funcional, 100% dos idosos foram considerados independentes pelo Índice de Pfeffer, 72,2% classificados como Moderadamente Dependente pelo Índice de Lawton-Brody, 58,3% classificados como independentes pelo Índice de Barthel e 91,7% dos idosos considerados como independentes, de acordo com o Índice de Katz. As evidências apresentadas no estudo sugerem distinção entre os instrumentos de avaliação da capacidade funcional dos idosos e não houve correlação significativa entre os instrumentos.

Palavras-chave: Envelhecimento. Saúde do Idoso. Qualidade de Vida.


Abstract

Aging is a progressive process in which biological, psychological and functional changes occur, focused on their autonomy in the daily living activities. However, there is no global consensus as to the best tool to perform this evaluation and whether there is a significant correlation among  the methods. The goal was to correlate the results of functional capacity assessment tests of elderly participants of a social inclusion project in Teresina City, Piauí. The research was carried out with 36 elderly people, belonging to a project of Social Inclusion of the Elderly Person. As instruments  a questionnaire was applied to characterize the elderly and to assess the elderly’s functional capacity the Katz Index, the Lawton-Brody Index, the Barthel Index and the Pfeffer Index were used. According to the  characterization of the elderly in the study, 94.4% were female, the predominant age was 71-80 age group (55.6%), with 38.9% having high school and 33 , 4% classified as married and widowed respectively. According to the functional capacity evaluation tests 100% of the elderly were considered independent by the Pfeffer Index, 72.2% classified as Moderately Dependent on the Lawton-Brody Index, 58.3% classified as independent by the Barthel Index and 91.7% of the elderly considered as independent according to the Katz Index. The evidence presented in the study suggests a distinction among  the instruments for assessing the elderly’s functional capacity and there was no significant correlation among  the instruments.

Keywords: Aging. The Elderly’s Health. Quality of Life.

Downloads

Publicado

2018-12-30

Edição

Seção

Artigos